Marco na Saúde, QualIES é o primeiro programa de avaliação do nível de maturidade de Sistemas de Compliance no setor

22/02/2019
Cinco maiores empresas de auditoria do mundo participaram do desenvolvimento do projeto
 

O Instituto Ética Saúde acaba de lançar o QualIES, um programa que avalia o nível de maturidade de Sistemas de Integridade de suas associadas. O projeto vai traçar novas diretrizes para o mercado e foi desenvolvido por um comitê que reúne as maiores companhias de auditoria do mundo: Deloitte, Ernst & Young, Grant Thornton, KPMG e PwC. 
 
Segundo o diretor executivo do Instituto Ética Saúde, Carlos Eduardo Gouvêa, “o QualIES eleva o setor, no quesito compliance, a outro patamar, permitindo que empresas que antes desconheciam ou estavam totalmente fora desse conceito possam desenvolver programas cada vez mais maduros e com monitoramento adequado”.
 
A classificação da maturidade dos Sistemas de Integridade vai de 1 a 5, de acordo com critérios e testes padronizados que avaliam: 
 
Gestão: existência de um Comitê de Ética/Compliance (Compliance Officer) sua independência e autonomia;
Políticas e Procedimentos: Código de conduta, políticas e canal de denúncia;
Treinamento: existência, rastreabilidade e frequência;
Terceiros/Parceiros de Negócios: existência de due diligence e cláusula anticorrupção nos contratos;
Monitoramento e Auditoria: controle, acompanhamento, revisão e auditoria contínuas da implementação integral e efetividade do Programa de Integridade;
Registros Contábeis/ Teste de Transação: verificação de determinadas rubricas contábeis;
Canal de Denúncia: existência, efetividade e divulgação do canal de denúncia.
 
As empresas avaliadas recebem uma Certidão Ética Saúde, que contém o ano de associação ao IES, a situação atual do associado, junto ao Conselho de Ética, o resultado da autoavaliação anual de compliance que o Instituto aplica e a nota do QualIES.  “Este documento vai agregar valor para a organização, uma vez que ela comprova ser uma parceira confiável de negócios. Ter um sistema de integridade bem amarrado em todas as pontas significa um ambiente desfavorável ao comportamento antiético”, frisa o assessor Jurídico-Estratégico e de Compliance do Instituto, Rodrigo Correia da Silva. 
 
O presidente do Instituto Ética Saúde ressalta a importância do mercado valorizar as empresas com níveis altos de maturidade em programas de Integridade. “O grande desafio é fazer com que os planos de saúde venham para o IES e que eles reconheçam e escolham como fornecedores as empresas realmente comprometidas com ética e transparência nos negócios”, afirma Gláucio Pegurin Libório. 
 
Empresas homologadas
 
O QualIES conta atualmente com cinco empresas homologadas para fazer a avaliação e outras podem se candidatar. O programa é facultativo e exclusivo para associadas do Instituto e está totalmente alinhado às Instruções Normativas do IES, emitidas pelo Conselho de Ética. 
 
Deloitte, Ernst & Young, Grant Thornton, KPMG e PwC, assim como outras empresas de auditoria a serem homologadas no futuro breve, participarão do programa QualIES em três funções:
 
(i) Desenvolvimento e aprimoramento contínuo do programa como membro do comitê;
 
(ii) Consultores de Implementação e Maturidade para os associados IES; 
 
(iii) Avaliadores de Maturidade do sistema de integridade dos associados de acordo com os padrões do programa (desde que a empresa não tenha avaliado associados anteriormente em consultoria do programa QualIES).
 
Questionários de Autoavaliação
 
A partir de agora, os questionários de Autoavaliação do Instituto Ética Saúde estarão completamente alinhados ao QualIES. “Os associados vão ter a oportunidade de usar os mesmos parâmetros do QualIEs para analisarem com mais assertividade os instrumentos internos de Compliance”, finaliza o assessor Jurídico-Estratégico e de Compliance do Instituto, Rodrigo Correia da Silva. 
 

Galeria de Fotos