Instituto Ética Saúde cria Grupo de Trabalho de Dispositivos Médicos

09/09/2019

O objetivo é avançar, fazendo o mapeamento de risco da cadeia de valor da saúde, contemplando todos os players representados no IES


O Instituto Ética Saúde criou o Grupo de Trabalho (GT) de Dispositivos Médicos, formado por representantes dos departamentos de Compliance dos seus associados: distribuidores, importadores e fabricantes. A primeira reunião aconteceu na sede do Instituto, em São Paulo, no dia 04 de setembro. Participaram o presidente do Conselho de Administração, Gláucio Pegurin Libório, o diretor técnico, Sérgio Madeira, o assessor de Compliance, Marlon Franco, o assessor jurídico e de Compliance do Instituto, Rodrigo Alberto Correia da Silva, e uma dezena do setor executivos ligados ao compliance. 
 
O objetivo do GT é atualizar as Instruções Normativas, trazendo novos pontos sensíveis do segmento. “Nossa função é gerar pontos de atenção e o que poderia ser feito para combatê-los. Já temos o GT Jurídico e dos Hospitais. Depois dos Dispositivos Médicos, lançaremos o GT dos Laboratórios e o das Operadoras. O objetivo final é termos um mapa de risco que abranja toda a cadeia de valor da saúde e atuarmos com assertividade em todas as áreas, em busca da sustentabilidade do setor”, explicou Libório. 
 
Rodrigo Alberto Correia da Silva ressaltou que o “o grande propósito do Instituto Ética Saúde é a mudança de modelo setorial”. Ele explicou que depois que as sugestões forem compiladas, o grupo vai discutir os melhores caminhos para solução do problema, normatizar os itens e enviar para aprovação do Conselho de Ética. “Antes, o material passa pela apreciação dos integrantes do Conselho Consultivo, que representam os demais setores que, direta ou indiretamente, estão envolvidos com os tópicos”. 
 
O diretor técnico do IES aproveitou para convidar os fabricantes a dividirem experiências positivas na área de Compliance dentro Programa EducaSus, realizado pelo IES e FEHOSP. “Criamos um programa de treinamento de alcance nacional, em parceria com a Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp), para levar conteúdo para mais de 200 pontos de transmissão em Santas Casas espalhadas pelo Brasil. Os funcionários de cada associado do IES, junto com profissionais dos hospitais, podem participar e também gerar conteúdo para divulgarmos a cultura de ética e transparência”, contou Sérgio Madeira. 
 
“O Instituto Ética Saúde atingiu um grau de maturidade que traz consigo uma responsabilidade muito grande para todos os players associados. Precisamos produzir conteúdo e resultados que tragam a grandeza deste movimento como um todo, na divulgação e prática da cultura de compliance”, concluiu Libório.
 

Galeria de Fotos