Paulo Saldiva propõe projetos conjuntos entre IEA e IES

05/12/2019

 O professor titular recebeu diretor técnico e secretária executiva do Instituto Ética Saúde, na USP


O diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP), Paulo Saldiva, recebeu, na Faculdade de Medicina da USP, o diretor técnico do Instituto Ética Saúde, Sergio Madeira, e a secretária executiva, Cibele Martins. Eles apresentaram os projetos e metas do IES, com o objetivo de ter o apoio do médico patologista em atividades conjuntas. No mesmo encontro, Paulo Saldiva aceitou o convite  para ser embaixador da campanha ‘Ética Não é Moda, Ética é Saúde’.  
 
“Além de médico e acadêmico, o professor Saldiva tem uma intensa atividade de comunicador, sendo uma pessoa que contribui para a formação da cidadania, por meio de suas intervenções precisas e bem humoradas nas mídias sociais. Aproveitando esse perfil,  apresentamos a ele um breve histórico do Instituto Ética Saúde, destacando a importância da ética para a sustentabilidade do setor saúde brasileiro, possibilitando dessa forma o aumento do acesso da população a um sistema de qualidade”, afirma Sergio Madeira. 
 
Saldiva abriu as portas do Instituto de Estudos Avançados da USP (http://www.iea.usp.br/) para o IES. Trata-se de um valiosíssimo parceiro que tem por missão realizar, junto a segmentos representativos da sociedade, estudos sobre instituições e políticas públicas (nacionais, estaduais, municipais e até supranacionais), destacando trabalhos sobre políticas de desenvolvimento da ciência, tecnologia e cultura, bem como sobre o uso social do conhecimento. “Saldiva propôs um amplo e profundo processo de colaboração, incluindo a realização de palestras e documentos voltados à ética, por renomados pesquisadores e gestores do setor de saúde, nos setores público, privado e acadêmico”, conta Cibele. 
 
Para Sérgio Madeira, “nesse ambiente, poderemos discutir políticas públicas e corrupção, autorregulação no ciclo de eventos econômicos da saúde, psicologia e controle social e inúmeros outros temas, necessários à construção do futuro da área médico-hospitalar. O IEA poderá também produzir documentos e registros para  as novas mídias eletrônicas, ajudando o Instituto Ética Saúde a irradiar as mensagens e as práticas das quais depende a sustentabilidade da saúde pública brasileira. Já temos esboço da primeira agenda e temas a serem tratados”, conta o diretor técnico do IES.
 

Galeria de Fotos